Topo
Blog Página Cinco

Blog Página Cinco

Brasileiro de 6 anos lança livro bilíngue e tenta vaga no Guinness Records

Rodrigo Casarin

2028-07-20T16:10:15

28/07/2016 10h15

IMG-20160728-WA0003

Três crianças deixam a Terra e viajam em um foguete feito de material reciclável pelo Sistema Solar. Passam pela Lua e por diversos outros planetas, onde vivem aventuras e superam algumas adversidades que fazem refletir sobre a importância de se cuidar do lugar onde vivemos. O enredo de "No Mundo da Lua e dos Planetas" até que é bastante comum para um livro infantil, mas o que surpreende é saber que a obra foi escrita por um garoto de apenas seis anos, João Paulo Guerra Barrera, e em duas versões: inglês e português.

mundo da lua"Assistia desenhos no Youtube sobre os planetas e queria usar a imaginação para criar a minha história", diz o garoto sobre a decisão de escrever seu primeiro livro. E por que fazê-lo em duas línguas? "Porque tem crianças que falam português e não falam inglês e tem crianças que falam inglês e não falam português, e eu falo os dois", explica – ter morado com a família nos Estados Unidos entre 2014 e 2015 sem dúvidas o ajudou a lidar com o idioma estrangeiro. Para João Paulo, o mais difícil na empreitada foi passar o que estava em sua cabeça literalmente para o papel. "Então meu pai me ensinou a escrever no computador para ficar mais rápido", conta ele que, ao todo, demorou cerca de 60 dias para concluir o trabalho.

A ideia do foguete feito de material reciclável veio depois de uma aula que teve sobre o assunto. O menino estuda na escola Santa Amália Maple Bear, localizada no Tatuapé, em São Paulo, que avalia incluir "No Mundo da Lua e dos Planetas" na relação de leituras obrigatórias para os alunos da faixa-etária de João Paulo em 2017.

IMG-20160728-WA0007Para escrever, evidentemente, o pequeno autor também já estava habituado a ler. Dentre seus livros favoritos, destaca dois: "Divertida Mente", baseado no filme homônimo, e "O Incrível Menino Devorador de Livros", de Oliver Jeffers. "O menino comia os livros para ficar mais inteligente, mas ele passou mal, vomitou e fez coisas erradas. Então ele deixou de comer e passou a só ler os livros, ficou mais inteligente e se transformou no incrível menino devorador de brócolis", comenta sobre o segundo título.

Guinness e lançamentos

Por conta da idade de João Paulo, seus pais, Margarida e Ricardo, tentam colocar o garoto no Guinness, o livro dos recordes, como o mais jovem escritor a publicar uma obra bilingue, categoria até então inexistente. Dentre os autores prodígios que integram a lista de grandes feitos estão a estadunidense Dorothy Straight, a garota mais nova a publicar um livro, aos quatro anos (recorde de 1964), e o brasileiro Adauto Kovalski da Silva, o garoto mais novo a lançar uma obra, com cinco anos ("Aprender É Fácil", no caso, que lhe valeu o posto em 2015).

IMG-20160728-WA0006Enquanto esperam pelo resultado, os pais também organizam alguns lançamentos do livro de João Paulo – a edição de 1000 exemplares feita pela editora Book Express, com ilustrações de Jota Cabral, foi bancada pelos próprios progenitores. O primeiro deve acontecer no dia 21 de agosto, no parque Kidzania, no Shopping Eldorado, em São Paulo, a partir das 12h30. Eventos por livrarias, bienais e na escola do garoto também estão previstos – a agenda de eventos pode ser encontrada no site do pequeno escritor.

mundo da lua1

Sobre o autor

Rodrigo Casarin é jornalista pós-graduado em Jornalismo Literário. Vive em São Paulo, em meio às estantes com as obras que já leu e às pilhas com os livros dos quais ainda não passou da página 5.

Sobre o blog

O blog Página Cinco fala de livros. Dos clássicos aos últimos sucessos comerciais, dos impressos aos e-books, das obras com letras miúdas, quase ilegíveis, aos balões das histórias em quadrinhos.