Blog Página Cinco

Poesia não vende? Rupi Kaur já vendeu mais de 1 milhão de livros com poemas sobre o universo feminino

Rodrigo Casarin

Foto: Baljit Singh.

Poesia não vende. É comum ouvirmos essa máxima por aí, e ela tem mesmo lastro, raramente nos depararmos com livros de poesia nas listas dos mais vendidos. No entanto, vez ou outra surgem admiráveis exceções. Foi assim circunstancialmente na Flip de 2015, quando a portuguesa Matilde Campilho liderou as vendas dos autores presentes na festa. Está sendo assim agora, de maneira mais sólida, com Rupi Kaur.

Autora de “Outros Jeitos de Usar a Boca”, os números da moça impressionam. Ela já vendeu mais de um milhão de cópias e ficou durante mais de 40 semanas na lista de best-sellers do New York Times. Além disso, conta com mais de um milhão de seguidores no Instagram, onde divulga muitos de seus poemas que misturam versos com desenhos bem simples. No Brasil Rupi foi publicada há pouco pela Planeta, com tradução de Ana Guadalupe, e já chegou a ocupar o segundo lugar dos títulos mais vendidos da loja nacional da Amazon.

Apesar de a primeira vista a arte de Rupi transparecer certa ternura e leveza, o que temos em seus versos são, muitas vezes, assuntos pesados. Colocando as mulheres no centro de todo seu trabalho, fala sobre sexo, abusos decorrentes principalmente do machismo, violência, amores e perdas, além de procurar por algum alento ao cabo das tragédias que lhe inspiram.

Rupi é daquelas escritoras que tem a capacidade de fazer o leitor refletir com pouquíssimas palavras. Um exemplo: “estremeço quando você me toca/ temo que seja ele”. Quem seria esse ele que causa tremores no outro? Mais um: “uma filha não/ deveria ter que/ implorar ao pai/ por um relacionamento”. Quem não conhece algum pai que tenta ditar os caminhos amorosos que as filhas tomam? No entanto, em alguns momentos mais serenos, acaba por cair no lugar-comum e abraça a autoajuda: “você/ é sua própria/ alma gêmea”.

Nascida na Índia, desde pequena Rupi vive no Canadá. “Outros Jeitos de Usar a Boca” é o seu livro de estreia e foi publicado primeiro de maneira independente em outubro de 2015, quando a autora tinha 23 anos.

Veja alguns dos poemas com imagens da artista:

você tinha tanto medo
da minha voz
que eu decidi
ter medo também

estou aprendendo
a amá-lo
me amando

você tinha uma beleza tentadora
mas quando cheguei perto me feriu

da próxima vez que ele
comentar que os
pelos das suas pernas
cresceram de novo lembre
esse garoto que o seu corpo
não é a casa dele
ele é um hóspede
avise que ele
nunca deve passar por cima
das boas-vindas
de novo

Sobre o autor

Rodrigo Casarin é jornalista pós-graduado em Jornalismo Literário. Vive em São Paulo, em meio às estantes com as obras que já leu e às pilhas com os livros dos quais ainda não passou da página 5.

Sobre o blog

O blog Página Cinco fala de livros. Dos clássicos aos últimos sucessos comerciais, dos impressos aos e-books, das obras com letras miúdas, quase ilegíveis, aos balões das histórias em quadrinhos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Topo