Blog Página Cinco

Lista da Forbes confunde números com arte e coloca a atriz Larissa Manoela como destaque da literatura nacional

Rodrigo Casarin

“Para o filme ‘O Palhaço’, do Selton Mello, fiz teste também. Me ligaram depois para me chamar para um call-back, que é tipo um novo teste com o diretor. Falaram que o Selton queria me conhecer. Conhecer o Selton foi incrível. Nós nos conhecemos, ele disse que gostou bastante do teste, me elogiou e falou com os meus pais. Só não disse se eu havia passado. Fiquei no suspense, kkkkk!”

Esse é um trecho de “O Diário de Larissa Manoela – A Vida, As Histórias e Os Segredos da Jovem Estrela”, relato autobiográfico da atriz mirim Larissa Manoela, 16 anos, publicado no ano passado pela Harper Collins Brasil. Segundo a prestigiada revista Forbes, que acaba de lançar uma edição com “destaques brasileiros abaixo dos 30 anos”, a garota é expoente da literatura nacional. Sim, repito, da literatura. Parece que estamos mais uma vez diante da confusão que muitos fazem entre o objeto livro e a arte literária.

A suposição é reforçada pela justificativa que a revista dá para a escolha da garota: “Em 2016, outro talento da menina foi apresentado ao público: o de escritora. O livro é o segundo no ranking dos autores brasileiros mais vendidos do ano, com 179 mil exemplares. E esse é somente o início de sua carreira: ela já começou a preparar a segunda obra, uma continuação do trabalho de estreia”.

Ora, e daí que vendeu um monte e apareceu bem colocada nas listas dos mais vendidos? Isso representa uma vitória comercial, não necessariamente qualidade artística – e literatura, o nome da categoria em questão, é arte, não vendas. Procurei por alguns grandes méritos literários no livro da garota, mas não achei, tudo segue o tom do trecho que abre este post.

O nome de Larissa na relação causa ainda mais espanto se comparado aos outros autores ali presente, gente como Sheyla Smanioto e Victor Heringer. Estes costumam passar longe da lista dos mais vendidos, mas possuem textos bem trabalhados, que almejam um grande valor estético e simbólico, algo bem diferente do encontrado no diário da atriz – pelo que me pareceu, aliás, o título sequer tinha a pretensão de alcançar tal patamar, o que não é um problema.

Sei que a Forbes é uma revista focada em “pessoas de sucesso” e que para eles sucesso é sinônimo de dados e cifras impactantes. Esses, no entanto, jamais foram bons parâmetros para avaliar a arte. Então, uma Larissa Manoela pode até ser o nome certo para esse tipo de sucesso dentro do mercado editorial, mas isso, por si só, nunca significará qualidade literária. Na literatura o que importa é o texto, não os números.

Sobre o autor

Rodrigo Casarin é jornalista pós-graduado em Jornalismo Literário. Vive em São Paulo, em meio às estantes com as obras que já leu e às pilhas com os livros dos quais ainda não passou da página 5.

Sobre o blog

O blog Página Cinco fala de livros. Dos clássicos aos últimos sucessos comerciais, dos impressos aos e-books, das obras com letras miúdas, quase ilegíveis, aos balões das histórias em quadrinhos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Página Cinco
Topo